Bernafon 
LIGUE AGORA E TIRE SUAS DÚVIDAS
(62) 3092-4306
NOTÍCIAS
Muitos países necessitam de programa de prevenção de perda auditiva


Aproximadamente 60% dos países que responderam ao questionário da Organização Mundial da Saúde (OMS), têm  necessidade de obter cuidados preventivos relacionados à perda auditiva. Os resultados da pesquisa são, certamente,  uma alerta  de ação  para as autoridades governamentais, conforme  a Organização Mundial da Saúde (OMS) .

Falta de planejamento
Um estudo realizado pela Organização Mundial da Saúde com 76 países e regiões, mostrou que apenas 32 responderam ter investido em plano e programa de cuidados com prevenção de perda auditiva. Segundo  a pesquisa realizada, muitos países necessitam de profissionais de saúde treinados , estruturas educacionais e dados, assim como, plano nacional voltados para a necessidade  das pessoas com problema e perda auditiva.

A maior distância ocorre devido a necessidade de serviço para perda auditiva severa, encontrada na África-subsaariana .

Deficiência auditiva mundial
Segundo a estimativa da  Organização Mundial da Saúde, mais de 5% da população ou seja, mais de 360 milhões de pessoas no mundo inteiro  sofrem de perda auditiva. Embora o grupo mais importante seja de adultos , 32 milhões de crianças no  mundo inteiro sofrem com perda auditiva. As pesquisas feitas em vários países europeus e nos Estados Unidos mostram que entre 12 a 16% da população, nesses países, têm perda auditiva.

A distribuição  de pessoas com perda auditiva é desigual, o sul da Ásia é a área mais proeminente com 27% de pessoas , seguida d a  Ásia Oriental  com  22%. Essas áreas, juntamente com o sul da África- subsaariana, contém a maioria dos países sem programa de ajuda às pessoas com perda auditiva.

Chamada de alerta
Organização Mundial da Saúde chama a atenção  para infecçõe auditivas nao tratadas e vacinas para meningite, sarampo e rubéola sao responsáveis pela causa de perda auditiva. O que siginifica dizer que com investimento em vacinas e outros tratamentos, certo tipo de perda auditiva pode ser prevenido.

“Os resultados da pesquisa são, na verdade, uma alerta para  as autoridades governamentais  e parceiros sociais no sentido de investirem em programa de saúde auditiva, especialmente na sociedade o nível primário da sociedade”, afirma Dr. Etienne Krug, , Director of the WHO Department of Violence and Injury Prevention and Disability.

A pesquisa foi publicada no website da  Organização Mundial da Saúde (OMS )

Fonte: www.who.int/en/