Perda auditiva pode trazer sérias consequências para o cérebro em adultos.

by | 12 Março 2018 | Uncategorized | 0 comments

Pesquisa recente publicada no periódico Archives of Neurology por cientistas da Faculdade de Medicina Johns Hopkins, dos Estados Unidos, afirma que pessoas idosas com problemas de surdez têm mais chances de desenvolver doenças ligadas ao cérebro. De acordo com o estudo, a cada dez decibéis perdidos de audição, os riscos desses problemas aumentam 27%.

Ao longo de 18 anos os pesquisadores analisaram dados médicos de 639 pessoas com idades variando entre 36 e 90 anos, onde nenhuma delas tinha suas habilidades cognitivas comprometidas. Os participantes foram inicialmente submetidos, de 1990 a 1994, a avaliações mental e auditiva. Na fase seguinte, que se estendeu até 2008, foi realizado novo acompanhamento, em busca de mudanças e surgimento de declínio dessas habilidades.

Do total de voluntários, 125 estavam afetados por leve deficiência auditiva, 53 estavam moderadamente surdos e seis apresentavam uma importante perda auditiva. Além disso, 58 casos apresentaram problemas de memória e nas funções cognitivas, 37 deles com Alzheimer. Os especialistas estabeleceram, então, uma correlação entre envelhecimento, perda da audição e aumento do risco de senilidade.

Entre os participantes de 60 anos ou mais, 36,4% dos riscos de desenvolver problemas nas funções cerebrais estavam vinculados à perda da audição, indica a pesquisa. Já o risco de surgimento de Alzheimer aumenta 20% a cada dez decibéis de perda de capacidade auditiva.

Os resultados não provam que a perda de audição é a causa do surgimento de doenças neurodegenerativas. O ideal é ao suspeitar de uma perda auditiva, procurar um audiologista, e caso o diagnóstico seja confirmado, iniciar um tratamento o mais rápido possível. Em resumo, a pesquisa constata que a perda da audição pode acelerar o declínio das funções cerebrais em consequência de um esgotamento das capacidades mentais. Revela também que o paciente que não trata a perda auditiva se coloca em situação de isolamento social, levando a uma depressão e acelerando aparecimento das doenças neurodegenerativas. Por fim, a pesquisa ainda reforça que o uso de aparelho auditivo tem sido visto como um tratamento eficiente e que só traz melhorias ao paciente.

Fonte: www.menthel.com.br/perda-auditiva-pode-trazer-serias-consequencias-para-o-